A Chandra agora

A Chandra está comigo agora. Deitada na almofada, parece mais do que nunca um gato. Ela me olha digitar, mas sua atenção está centrada para fora do apartamento. Ela espera a Sônia voltar.
A Chandra está comigo agora. Ficou o dia todo só. E mesmo agora, olhando-me com dificuldades através de seu topete, que eu insisto em não mandar cortar, ela parece olhar-me através, através de mim.
A Chandra foi para a sala agora. Deve estar se sentindo só. Ela não quer saber de morder a minha meia agora. Não se anima se eu canto suas musiquinhas.
A Chandra reflete o que eu sinto agora. E eu, que passo todo o tempo tentando traduzir-me como o seu “alter-ego”, rendo-me agora ao espelho do seu ser.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s