Termodinâmica dos Casais

Uma máquina “ideal” é aquela que trabalha sem consumir energia, ou sem necessitar de mais energia. Isso é denominado em TermoDinâmica de Moto-Perpétuo. Mas as máquinas não são assim. As coisas não são assim…
As máquinas, e os sistemas em geral dependem de energia externa. O frio que a geladeira produz e suas paredes não deixam perder, se exaure se desligarmos a geladeira da tomada. Não existem máquinas ideais. Muitas delas se aproximam do Moto- Perpétuo, mas necessitam de energia externa por causa dos Atritos internos, que são forças que roubam a Energia…
Deixando as Leis da Termodinâmica um pouco… Passa um tempo e você encontra o seu par perfeito. Sua alma gêmea. Seu Príncipe Encantado. Encontra a sua Donzela na Torre do Castelo.


E o todo o resto desaparece… O Universo desaparece. Nada mais importa (nem exporta…). Tudo é o outro. “Eu” fico em função do Outro. As demais pessoas podem estar lá, mas você só interage com seu par. “A energia dele(a) me basta” – ilude-se você, desafiando as Leis da Termo…
O que está acontecendo é que cegas pela atração oposta de polos (negativo e positivo) na qual muitos relacionamentos se baseiam, o casal se fecha em si. E com isso “desliga da tomada” a sua fonte de Energia, que são as demais pessoas. A máquina vai parando, parando, parou.
Suprir-se da Energia nesse caso é poder ter o seu espaço para reabastecer-se com os Grupos. É saber não se privar de momentos instrospectivos, ou de conhecer novas pessoas e idéias pelo medo de se desconectar do outro (causar ciúmes, deixar solto… tanta coisa!!!). Sua Egrégora é a sua recarregadora de Energia também.
Assim como não existe uma máquina “ideal”, também não existe um relacionamento ideal: sempre é necessário trabalhar e consumir energia. E essa energia não pode vir só de dentro da relação, pois daí sim, a “chama” se extingue mais rapidamente.
Por medo de perder o seu par perfeito, você causa ainda mais dano à relação !!! Mas ninguém pode perder nada o que não possui. Ninguém pertence à ninguém. Ninguém possui ninguém.Somos íntegros e inteiros por nós mesmos. Algumas pessoas não pensam assim, e assumem um papel de dominada(o), ou dominadora(o), sempre encontrando que queira assumir o papel complementar. Mas isso são apenas papéis. Você não é assim, você “está” assim. Você é muito mais…
Um relacionamento tipo: “só assistimos tv em casa”, “não deixo ele(a) desabraçado(a) nem por um segundo”, ou “não vou falar nada porque eu não sei o que ele(a) acha” é um relacionamento altamento entrópico. Suga a Energia… E como repô-la?
Conseguimos repor essa fluxo ligando o relaciomento na Energia que também vem de fora da relação. Conquistando o seu espaço. Respeito a Luz do Outro. Podendo ter o seu tempo livre. Podendo abraçar um amigo. Tendo o seu tempo, afinal, e desidealizando o sentimento de posse que a relação constrói.
O mundo está em contínuo movimento rumo ao caos. E ainda estou falando termodinamicamente, não espiritualmente. As Leis da Termodinâmica dizem isso ao definirem a Entropia.
Mas existe uma força, uma único atrator que pode conter o caos universal. E que atrator é esse? Ele é o Amor. O Amor Incondicional existe em todo lugar. Existe no seu par perfeito, existem nas suas egrégoras, existe em uma árvore e existe em seu cachorro também…

3 comentários sobre “Termodinâmica dos Casais

  1. Nossa!!!!
    Diria que o único comentário que posso fazer aqui é: UAU!!!
    Mas na verdade…. tenho muito o que falar sobre essas reflexões, mas só pessoalmente.
    Bjs…….muiiiiiiiiiiiitosssssssssss
    Simy

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s