Pata Branca

Pata Branca
Lá na Trilha da Forqueta tinha dois gatinhos esperto.
Um ficou pelo caminho,outro se firmou por perto:
Pata Branca é o seu nome, um gatinho decidido.
Quando viu nós lá na estrada, começou o seu seguido.
Foi seguindo nóis por tudo, mas aí chegou um rio.
Nóis pensemo: agora deu! Mas o gato decidido…
…Se jogou por água adentro, ficou em cima duma pedra.
O Rubino o alcançou, e retornou-o para a relva.
Pata Branca não parou, foi nadando pelos rio,
Atravessou as cachoeira! Que gatinho mais bravio!!!
Pra acompanhar os humanos, tinha que correr bastante.
Já estava quase caindo, quando chegou nesse instante…
…Um cachorrão viralata que avançou no filhotinho.
Pata Branca o arranhou e abriu o seu caminho.
Depois de muito andar, finalmente ele chegou.
Na casa tomou um leite, mas prá fora ele ficou.
Cai a noite e vem o frio e o gato decidido
Caiu na lata de óleo ao subir o alambrido.
Conseguiu entrar na casa pelo segundo andar.
Foi deixando miniaturas de patinhas de jaguar.
O sol nasce e o gatinho já estava na cozinha.
Seu espaço conquistou, nesta alegre família.
O filhote Pata Branca é um exemplo sem igual
Para um monte de humano que tão na trilha do mal.
Foi com garra e com amor, que ele nos ensinou
Mostrando com seu exemplo como ser merecedor
Pois só o Determinado é que consegue chegar,
E depois com um miado, os coração conquistar.


Essa é a estória real de Pata Branca, o gatinho preto de patas brancas que nós encontramos na Trilha do Rio da Forqueta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s