Morar na “natureza”

alfavileGuia.jpg[Olha o que é “natureza” para eles… qua qua qua!!!]
A moda agora é morar na “natureza”. Veja nos classificados de imóveis, nos jornais dominicais: More na “Natureza”. Condomínio “Floresta”. Tenha uma vida junto à “Mata”… e assim os chamativos publicitários desses empreendimentos vão fazendo a cabeça dos pseudo-ecológicos de plantão…
Aqui do lado do meu sítio começou mais um empreendimento desses: o Alphaville Porto Alegre. E começou da pior forma possível: asfaltando a Estrada das 3 Meninas, uma bucólica via rural entre fazendas. Quando eu precisava me descarregar da carga de fluídos negativos da cidade, eu voltava para o sítio por esse caminho. Mas agora, não mais! Vai ter centro comercial ao invés de produtos artesanais, carrões em vez de fuscas e charretes e trânsito ao invés do sossego.
As pessoas não entendem que cidade e natureza não se misturam. Pelo menos na maneira do entendimento que as pessas tem de cidade e de natureza. Repetir o modelo das cidades na zona rural é um erro. Sinto declarar que “natureza” NÃO é aquilo que é mostrado nas fotos publicitárias desses empreendimentos.
Um modelo de ocupação coerente do espaço rural pelas populações deveria basear-se em conceitos permaculturais. Nada de asfalto, tratores alterando o relevo com terraplanagens, redes de esgoto (que só vão poluir a natureza “mais alí na frente”), 3 carrões por casa, e toda a porcaria correlacionada com este modelo. O mundo tem muito espaço para todos morarem bem no mato e saírem das cidades. Mas temos que realmente morar na Natureza e não nesta “natureza” que os anúncios mostram.
Porto Alegre é a capital com a maior zona rural entre as capitais brasileira.Quem quiser realmente morar na Natureza, aconselho comprar um sítio, ao invés de botar grana em loteamentos.
alphaville_sp.jpg[Alphaville SP: que lugar maravilhoso de se viver, né?]
Para quem acha que eu exagero, usarei de minha experiência para afirmar que já ví esse mesmo filme antes. Alphaville São Paulo, na bucólica (na época…) localidade de Barueri. Há mais de 20 anos atrás esse era o lema do novo empreendimento lá na capital dos bandeirantes: “Venha morar na natureza”… “trilha ecológica”, “valorização do patrimônio ecológico”, etc etc etc… Sabem o que aconteceu? O Alphaville de lá virou uma cidade. Tem prédios com sedes de multicionacionais, faculdades, shoppings e todo o resto. Puseram pedágio na estrada que vai para lá. O anúncio de “more a 15 minutos do centro” agora é motivo de revolta para quem acreditou que natureza era aquilo e hoje amarga horas num congestionamento sem sentido.
Vai acontecer o mesmo aqui. Já começou com o asfalto na Estrada 3 Meninas!
Meu sonho de morar na Natureza junto aos Amigos cada vez mais fica dificultado neste planeta. Estou com saudades de casa: ET Rúbis phone home.

Lua Branca, desculpe-nos…

luaferida.jpg
Dia esquisito hoje. As pessoas alucinadas, só pensando em sair das cidades por causa do feriadão. Tudo fica lotado, com filas, uma adrenalina estranha no ar.
Acordo cedo e lembro-me: daqui a pouco vamos cometer um desrespeito cósmico. Mais um! Mas dessa vez fomos longe demais: A NASA resolveu descobrir se existe água congelada nas profundezas das crateras da Lua e lançou contra nosso querido satélite dois foguetes! Duas “bombas” demais de duas toneladas, equivalentes a dezenas de megatons. Imagino que se houvesse água lá, a NASA teria acabado de poluí-la, com os resíduos químicos de seus foguetes!
Na hora do ataque cósmico eu entrei em meditação pedindo perdão aos seres divinos que lá habitam. Na mesma hora, a melodia e letra do Mestre irineu (que abriu o caminho para a nova evangelização da Terra em Cristo) me veio à memória: “Deus te salve oh Lua Branca Da luz tão prateada, Tu sois minha protetora, De Deus tu sois estimada”…
Ainda não refeito pela tristeza do momento, leio no Twitter que o Obama havia ganhado o Prêmio Nobel da Paz! Por quê?!?! Ele não acabou a guerra no Iraque, não reduziu armas atômicas, enfim, ficou só no falatório! Seu país acabara de bombardear a Lua e ele ganha um Prêmio Nobel da Paz! Espero que esse prêmio Nobel tenha um efeito preventivo, pois seria muito absurdo uma pessoa que ganhou o Prêmio Nobel da Paz se envolver em mais uma guerra! Que assim seja!
Continuando minha leitura no Twitter sobre a opinião das pessoas, ficou claro que a maioria criticou a NASA, mas uma pequena fatia de pessoas, apoiaram a NASA com orgulho.
Eu percebi o “orgulho” em seus depoimentos. Atualmente estou na tarefa de apagar o “orgulho” da paleta de meus sentimentos baixos. Por que o orgulho está na contra mão da humildade, e da pior forma possível: o orgulho é um sentimento que atinge primeiro e diretamente a ti mesmo. E isso é muito triste, pois as pessoas dificilmente se apercebem das armadilhas desse vil sentimento. Pelo contrário: são incentivadas para serem orgulhosas. Os carros aqui em Porto Alegre ostentam adesivos com os dizeres “Orgulho de Ser gaúcho”.
Para começar a perceber como esses sentimentos atuam em nossa sombra temos que ter a coragem de falar sobre eles, como estou fazendo aqui. Infelizmente é raríssimo termos interlocutores preparados para tocar produtivamente em tópicos como esses. As pessoas normamente só sabem falar de futebol e novela. Poucos falam de idéias e de sentimentos profundos sobre nossa psique. Se tivermos que abrir essas câmeras profundas de nosso ego, temos que recorrer a terapeutas profissionais como os psicólogos.
Só que os psicólogos não são amigos. Nem podem ser. Existe um distanciamento profissional entre paciente e doutor. Então a análise sempre é impessoal, acadêmica e limitada pelos credos estreitos da linha do terapeuta. Mesmo a psicologia transpessoal é limitada!
Resulta que as pessoas não estão interessadas em olhar “para dentro”. E se não querem e nem sabem olhar para dentro, como poderiam olhar para o meio ambiente, para o planeta… Como poderiam olhar para a Lua!
Estamos entrando definitivamente num período triste. Mesmo assim ainda consigo sorrir, pela certeza que Deus sabe o que faz, e depois da tempestade vem sempre a bonança.
Lua Branca, desculpe-nos… Rezo para que possas ser novamente venerada e respeitada pela humanidade. Mas para isso é necessário um novo povo, um novo sistema e uma nova era. Essa aqui está agonizando.

Leia mais »

Twitter is Frozen

O Twitter congelou hoje de tarde.
As pessoas ficaram histéricas. Para algumas foi o mesmo que o Mundo acabar.
O Twitter congelou hoje de tarde: The Twitter is Frozen.
Que tédio!

Nascer da Lua Cheia

Panooorâmica
[foto quentinha, taken by “LooPink“]

Recordar é viver…

Para os novos leitores e para os “de carteirinha”:
Arquivos do MondoVR de Agosto de 2005
Bela época! Só falava de comida e de psy… Tinha filosofias rubinescas também….
Entre nesta janela do tempo, aqui neste espaço… agora!

Leia mais »

Trem das 11:11

I can stay
No more one minute with you
I’m sorry, love
But it can not be
I live in Old Belem…
If I miss this train
That comes out now at eleven o’clock,
Only tomorrow at morning!
(tradução)