O Haiti é aqui


[o que esperar de um País que tem canhões na bandeira?]
Tenho lido muito sobre o momento planetário, e cada vez mais asseguro-me que nada tenho mais a acrescentar, pois tudo foi dito. Agora é só constatação.
Mas se tudo foi dito, pouco ainda foi feito. Por isso 2010 é o Ano da Ação.
Mesmo assim, não posso me privar de dar meu pitaco sobre o Haiti:
O Haiti é o microcosmo do que acontece no globo atualmente. A mídia só quer mostrar o sensacionalismo. O poder constituído que está no Haiti (ONU, polícia, consulados, etc) só visa preservar os interesses corporativos. Os famosos, ao doar grandes quantias para a catástrofe, fazem questão de divulgar isso, obtendo mais retorno na mídia do que a própria quantia doada seria capaz de pagar. E para onde vai o dinheiro doado? Certamente para as corporações que vão “reconstruir” o Haiti… E o povo?
Os países estão brigando pelo controle do aeroporto, pelo controle da logística.. As tvs estão brigando para filmar a mão que abana sob a laje. Os jornais noticiando a violência que supostamente passa a imperar nas ruas.
Esse é o nosso mundo: um Haiti. Se acontecesse algo semelhante na Califórnia, seria semelhante em quase tudo.
Como disse no início do artigo, pouco tenho a acrescentar em palavras. Mas muito tem a se fazer no pensamento. Minhas preces encontram um Astral extremamente carregado atualmente.
Como profetizou o Caetano: Pense no Haiti, reze pelo Haiti. E por toda a Humanidade, Amém!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s