Like

Eu nunca gostei dos “likes” do Facebook. E leio agora um artigo que dar likes por aí acaba sujando a sua timeline. Faz todo o sentido!

Eu nunca gostei dos likes por várias razões, entre elas o julgamento que advém dos que dão like para uma posição, e logicamente leva aqueles que não dão o like passarem a ser considerados “do contra”.

Eu não gosto de likes porque também fico curioso em saber quem deu aquele like e isso me faz perder um tempo útil para obter uma informação de pouca utilidade, a não ser que o seu grau de paranóia justifique esse tempo perdido.

Sinceramente não me interesso pelo like e radicalmente irei reduzir a emissão dos mesmos.

Porém, continuo valorizando sobremaneira o comentário inteligente, mesmo que discordante, o olá de um amigo, ou a idéia acrescida pelo diálogo.

Infelizmente isso é algo raro nessa época da superficialidade da rede social, entretanto era muito mais freqüente no auge dos blogs, e eu sou dessa era.

Like ou não Like, esse é o recado.

Gostou? Então dê seu feedback sem usar o o famigerado botãozinho com o dedão para a cima.

IMG_1907.JPG

Anúncios

3 comentários sobre “Like

  1. Caro Rubis, ao ler sua opinião sobre os “likes” me senti desafiada para fazer um comentário! Desafiada porque faz tempo que me abstenho de escrever (expressar) opinião na rede.
    Como você, tenho pensado na “curtidinha” quando acesso o site do FaceBook. Será que pode ser considerada como gesto de valoração ao “amigo do Face”, ou até mesmo um gesto de demonstração da nossa educação, ou como você diz, um fator de descontrole do tempo se
    o devaneio nos leva a querer saber quem é a pessoa do “like” na nossa postagem?
    Penso que pode ser tudo isto e mais algumas coisas perigosas, e outras prazeirosas, tais como todo o conteúdo oferecido na rede e disponibilizado segundo nosso tempo e dinheiro. E devem ser objeto de reflexão para estabelecer o que é realmente importante para ocupar o tempo que temos. Tua opinião me ajudou e agradeço muito.
    Aho.

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigado pela resposta: o questionamento sempre é instigante para aqueles que querem descobrir a razão das coisas, e ao mesmo tempo desprezível para aqueles que querem apenas parar suas mentes. A incrível dicotomia humana em evolução.

      Curtir

    • o tempo é importante, porisso devemos priorizar aquilo que está alinhado com a nossa Missão.

      quando o tempo passa a ser urgente, tem algo errado,

      coisas urgentes nem sempre são importantes.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s