Vivendo a vida de um outro alguém

Os teus sonhos já foram sonhados.
O teu presente já foi um passado.
O que inicias já foi acabado.
E o teu erro já está mapeado.

O que recebes está reciclado
De um lixo que não foi depurado.
E o amor que pensas existir,
é a culpa que vais dividir.

Melhor seria, vivesses também
A sua vida, não a de outrém.
Recomeçasse a partir do teu erro.

Tivesses paz e não o desespero.
Um homem livre e não um refém,
Vivendo a vida de um outro alguém…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s