Censura é coisa horrenda

Vamos mudar para o Signal: https://signal.org/install

#1984

O TWITTER E O FACEBOOK removeram todas as menções à #1984…

Pois é, não funciona. Está banido. Agora todas as variações não…E porque #1984 está banido?

Seria engraçado, se não fosse absurdo. Está banido como prova da supremacia da censura das midias sociais. O Twitter e o Facebook NÃO PERMITEM que se associem as múltlipas formas de censura que eles exercem à realidade distópica do livro de George Orwen, 1984, que narra um mundo governado pelo BIG BROTHER que dita regras ao avesso da realidade e controla tudo.MAS É EXATAMENTE ISSO O QUE ESTÁ ACONTECENDO.

Quem zomba da censura ao Trump (e a várias outras pessoas…) serão os próximos a serem censurados, se ousarem a peidar diferente do que o Big Brother permite.

Censura é uma desgraça. Principalmente quando apoiada por quem acha que leva vantagens políticas nesse momento. Quem apoia a desgraça, desgraçado é.

Hoje parece uma piada de mal gosto o slogam “Pense diferente” de Steve Jobs.

“Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até o último instante o teu direito de dizê-la.”

(frase escrita por Evelyn Beatrice Hall em 1906 na sua obra “The Friends of Voltaire” com o pseudónimo de S. G. Tallentyre

Estudo sobre a INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1888, sobre criptomoedas

CAPÍTULO II
DAS DEFINIÇÕES

Art. 5º Para fins do disposto nesta Instrução Normativa, considera-se:

I – criptoativo: a representação digital de valor denominada em sua própria unidade de conta, cujo preço pode ser expresso em moeda soberana local ou estrangeira, transacionado eletronicamente com a utilização de criptografia e de tecnologias de registros distribuídos, que pode ser utilizado como forma de investimento, instrumento de transferência de valores ou acesso a serviços, e que não constitui moeda de curso legal; e

II – exchange de criptoativo: a pessoa jurídica, ainda que não financeira, que oferece serviços referentes a operações realizadas com criptoativos, inclusive intermediação, negociação ou custódia, e que pode aceitar quaisquer meios de pagamento, inclusive outros criptoativos.

Parágrafo único. Incluem-se no conceito de intermediação de operações realizadas com criptoativos, a disponibilização de ambientes para a realização das operações de compra e venda de criptoativo realizadas entre os próprios usuários de seus serviços.

Esperança

Comprei máscaras novas, da HOPE…

A HOPE é fabricantes de calcinhas, e agora está fazendo máscaras…

Eu acho que os produtos da HOPE não são a melhor coisa do mundo, mas estão próximos… 🤨😉🤭

Narrativas

Narrativa progressista é o movimento de dominar o discurso através de palavras, jargões, gírias até, totalmente desvinculadas da realidade que se apresenta, mas fortemente ligadas ao imaginário doutrinário da esquerda.Você pode pensar que é um descolado (prá tuas gangues) em responder ou até mesmo falar nos termos dessa narrativa, mas não passarás de um “puppet” na Nova Ordem Mundial.

Quando teu interlocutor vier com discursinho “Libelú” (desenterrei essa…) pergunte de volta antes de qualquer resposta:- O que você está tentando dizer ou perguntar?

E não responda nada antes da “narrativa progressista” ser abdicada.

Não caia no blá blá blá. Ouviu narrativa, peça para que a frase seja reformulada, desafiando a capacidade do interlocutor conseguir fazer isso, usando o nosso léxico.

O Sorriso do Deboche


A Ironia e a Maldade
São xifópagas em si,
Desviando a Verdade
Dos fatos que estão aí.

O sorriso do deboche
É tão raso e tão vil:
É apenas um fantoche.
Torna-se inverossímil

Quando por trás da fachada
De ser cult, se é mau.
Sendo mouco à Verdade,

Faz da Fraude debochada
E sua cara de pau
A mesma comorbidade.

(#soneto heptasílabo)

Vidas Pretas…

Não bastasse a burrice da tentativa de mudar uma palavra sem gênero como “presidente”, na adaptação para o gênero feminino: “presidenta” e,

Dando segmento à exponenciação da ignorância nas iniciativas de adoção de um gênero “neutre” (segurem-me para eu não cair de tanto rir),

Agora traduzem como VIDAS PRETAS IMPORTAM, o slogan BLACK LIVES MATTER, num arremedo da importação (do terrorismo patrocinado por George Soros) para as terras tupiniquins.

Cara, VIDAS PRETAS! O que é isso? Os caras não sabem que a tradução de BLM é VIDAS “DE” PRETOS (ou de NEGROS, se preferir) IMPORTAM?!?

VIDAS PRETAS desses indivíduos que coadunam com a ignorância.

Sai prá lá! Como deixaram fazer isso na mais Paulista das Avenidas?

Toda projeção do Ódio é um pedido de Amor

“Dadas essas três premissas totalmente irracionais, não se pode deixar de chegar a conclusão igualmente irracional de que um irmão merece ser atacado em vez de amado. O que se pode esperar de premissas insanas exceto uma conclusão insana?”

“A raiva sempre envolve a projeção da separação, que deve ser, em última instância, aceita como responsabilidade própria da pessoa ao invés de ser imputada aos outros”.

TODA PROJEÇÃO DE ÓDIO É UM PEDIDO DE AMOR.

raiva #amor #ucem #acim

Automóveis

Eu estou um ano sem carro, e apesar do Uber salvar, sinceramente sinto falta de um veículo.
Eu nunca coloquei o carro na frente da música, ou dizendo de um outro modo, preferia sempre estar de sintetizador novo e continuar com carro velho.
Mesmo assim, me lembro do Fuscão 72, do Gordini (esse em sociedade com 10 amigos), do Voyage GLS (que sigla estranha), do Fusca que caiu a bateria no Recife, do Gol a ar, do Prêmio (nome pretensioso), da Elba, do Uno vermelho que herdei do meu pai (e que minha primeira ex levou) , da gloriosa Astra-o-Nave (que botaram fogo), do firmado Uno Way (que destruíram a porta) e finalmente do mal amado Palio que levei 60 meses para pagar (e paguei!) e que tive que vender o ano passado, e já estava todo troncho.


Bem é isso, acho que estou meio saudosista sobre carros, tchau.

Orgulho & Vitimismo

O Orgulho e o Vitimismo são os grilhões do desenvolvimento espiritual e material do homem.

Quando temos esse conhecimento, conseguimos mais facilmente examinar na nossa sombra esses aspectos.

E fica mais fácil compreender a fraqueza e/ou a filha-da-putice dos outros. E dar uma relaxada compassiva. Afinal o Mané, nem sabe do porquê de ser Mané…

O orgulho pode ser exarcebado por sentimentos de cultura de grupo. É o que o carma que assola vários povos, como os gaúchos.

O Vitimismo se dá num plano mais individual e é função da limitação cognitiva e/ou emocional de cada um. Quanto mais tapado, mais se posa de Vítima. Daria pena, mas novamente, é compaixão a energia certa a se dispensar para os “nuvem negra”.

E não adianta antiguidade, copada, nem mandar figurinha de alto astral no whats. Quando se é Orgulhoso, não se aprende. E quando se é Vitimista, transfere-se ao outro sempre o estigma do carrasco, para validar sua Fraqueza e Vitimismo.

E tenho dito. Mas agora desenhei.