Deus ajude a garota

Assiti agora ao filme God Save the Girl.

IMG_4310

Um musical sobre o drama existencial de uma garota salva de uma clínica de depressão pelas letras das musicas que começa a escrever.

Como não podia deixar de ser, forma uma banda com um cara sensível e uma loirinha talentosa e tem o seu verão de fama pop.

Bons Relacionamentos são como música boa: tem seus altos e baixos.

Maus relacionamentos são como distorção e arritmia: incomodam mas te fazem sair do lugar.

Para quem gosta dos Smiths, recomendo o filme, por sinal dirigido pelo carinha do Belle & Sebastian.

Para quem não gosta dos Smiths recomendo que não cruze o meu caminho.

2012, Tempo de Mudaça

A pergunta não é “o que vai mudar em 2012?” e sim “o que eu vou mudar para 2012???“.
Por que não é vivendo como se vive hoje que se vai ultrapassar a marca do novo ciclo que 2012 representa. Não é continuando a pagar as suas prestações do carro e casa própria, continuar no emprego chato, continuar engarrafado no transito, no shopping, na fila do supermercado. Coninuando assim você vai estar na Velha Era, vai estar “NISSOQUETAÍ”… “Isso” vai mudar porque TEM que mudar: basta ter a percepção do que está à sua volta.
Finalmente um filme aparece sem aquele tom “apocalípco caça-níqueis de Hollywood”. “2012 Tempo de Mudança” conclama os indivíduos a realizarem a mudança que eles querem para o mundo, mas essa mudança está situada no âmbito de suas vidas.
Não espere que os políticos façam o que só você pode fazer para você e para os seus. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.
Ah!… Restam 813 dias e 16 horas para o fim desse ciclo.
Mais info sobre o filme aqui.
Vamos Além!

Matéria na BBC sobre o filme:

Across the Universe

IMG_0009.JPG

Assisiti, re-assisti e ouvi o filme Across the Universe.
Eu sou do tipo que gosta de musical. Talvez por influência do meu pai, cinéfilo dos tempos dos musicais de Hollywood, talvez por influência das óperas-rock Tommy e Jesus Christ Superstar… Não sei…
Across the Universe é um musical. Mas não é só isso. Ele é um musical com trilha dos Beatles. Tem atores/cantores excelentes. O visual é perfeito: imagens que remetem a todas as fases do grupo de Liverpool, desde o underground (literalmente) do Cave Pub até a psicodelia da fase do Yellow Submarine e dos Sgt. Peppers. Tudo é representado no filme.
Mas o melhor sem dúvida, foi o enredo, que fez parecerem as letras de Lennon e Mac Cartney terem sido escritas exclusivamente para este filme.
Nunca os Beatles representaram tanto para mim. Estou numa fase nostálgica, certo que os bailes dourados dos anos 60 nunca foram suplantados pelas raves coloridas do início do novo milênio.

O Preço da Traição

Captura de tela 2010-05-27 às 12.33.12.png
Ontem, antes de ir para a palestra do FelipeK, matei o tempo entrando no cinema para assistir “O Preço da Traição”. Não era o tipo de filme que assistiria normalmente, mas era a sessão que estava disponível no horário que eu precisava: Entrei.
Se você não quiser saber sobre o fim do filme e o que eu achei do mesmo não clique no link abaixo, senão continue por sua conta e risco…

Leia mais »

A Verdade está aqui dentro:

A Verdade está aqui dentro

Coleção Completa do Arquivo X. 9 temporadas. 53 DVDs com 4 episódios cada.
Começa hoje a sessão! I Don’t want to believe. I believe!

Pêia Brava


Mais um trecho do filme 2012. Impressionantes imagens. A pêia mostrada no filme é grande. Mas a pêia real pode ser maior ainda… “A coisa começa a esquentar“…

T-A-R-A-N-T-I-N-O

quentin_tarantino.jpg
Assisti ao novo filme do Tarantino: Inglorious Bastards, ou Bastardos Inglórios, como saiu no Brasil. E… A-M-E-I !
A última vez que meu coração pulsou dessa maneira foi quando me aplicaram o kambô, a vacina do sapo. A penúltima vez, como me lembrou o meu Compadre, foi quando eu toquei no HollyWood Rock, ao lado do Nirvana e Red Hot Chilli Peppers…
Bastardos Inglórios traz todo o estilo Tarantino: violência, músicas western, tomadas de cena feitas do alto, paradas na ação para nomear personagens, enfim… Quem assistiu a “bi-logia” Kill Bill sabe do que falo aqui.
Os atores estão perfeitos, com destaque para Brad Pit, que brilha em papéis de canastrão, como foi o caso de Clube da Luta…
O enredo do filme é perfeito, muita ação, e fatos “históricos” que se fossem do jeito que o filme contou, o mundo seria outro, com certeza…
E pesquisei bastante na internet para achar a cena abaixo, e… nada… Então, com exclusivisdade do MondoVR, a cena mais legal do filme:
Final Feliz
Faça um favor a você mesmo: vá assistir essa obra genial de Quentin Tarantino, djá!

O MondoVR já prenunciava…

SampaCosmic Shit… Lembra-se do artigo?
Na época nem eu sabia do que se tratava daquele cartaz que eu vi em SP. Achei interessante e resolvi fotografar. Várias pessoas retwitaram meu artigo. E a dúvida continuava: o que era aquilo?
Na verdade era uma peça publicitária para o lançamento do filme Distrito 9. Fui ver o filme com meu amigo Calliari. E eu estava certo: o filme é uma Cosmic Shit… Uma “M” Cósmica!
O enredo que tinha tudo para ser interessante, se perdeu num emaranhado de fatos inexplicáveis, como “porque os ETs não pegavam sua armas?”, “como os nigerianos tomaram conta daquele lugar”, “como o cara virou ET?”, “como os humanos entendiam a lingua dos ETs e vice-versa”, e muitas outras babaquices adicionais.
O filme apela para um clima meio melodramático, como as ligações de amor da mulher do mocinho, e também para um clima pastelação, protagonizado pelo próprio mocinho.
De fundo, o filme levanta alguns questionamentos sobre como é o modelo de nossa sociedade, como aceitar as diferenças e como preparar-se para a breve anunciação da vinda dos ETs.
Muito pouco para tanto marketing. Geralmente é assim: quanto mais marketing, mais “shit” é o empreendimento.

La Belle Verte (Turista Espacial)

La Belle Verte… A representação mais perfeita da “Nova Era” que eu desejo dentro do meu coração.
Seres evoluídos, quase anjos, vêm à Terra para “expandir a consciência” das pessoas.
Vale a pena assistir o filme e expandir a sua consciência também!
(de preferência assista logo, pois talvez o filme não fique muito tempo aqui…)

CluBe da LuTa

Você não é seu emprego.
Nem quanto ganha ou quanto dinheiro tem no banco.
Nem o carro que dirige.
Nem o que tem na sua carteira.
As coisas que você possui acabam possuindo você.
Certo, somos consumistas. Somos subproduto de uma obsessão por um estilo de vida.
O que interessa são revistas de celebridade, televisão com 500 canais, O nome de uns caras na minha cueca…
Eu vejo fortes e inteligentes. Vejo todo esse potencial. Desperdiçado.
Que droga, uma geração inteira de manobristas, garçons. Escravos de colarinho branco.
A propaganda põe a gente pra correr atrás de carros e roupas.
Trabalhar em empregos que odiamos para comprar merdas inúteis.
uma geração sem peso na história. Sem propósito ou lugar.
Nossa Grande Guerra é a espiritual.
Nossa Grande Depressão, é a nossa vida.
Fomos criados através da TV para acreditar que um dia seríamos milionários e estrelas de cinema, e rock stars.
Mas não seremos. Aos poucos tomamos consciência do fato.
E estamos muito, muito putos…


FIGHTCLUBB.jpg

Melhores frases do filme clássico, que está mais atual do que nunca… CluBe da LuTa. Vale a pena ver ou rever…. Um filme extremamente complexo, cheio de reflexões, idéias e propostas. É um tapa na cara de uma sociedade bunda-mole.